Como estudar mais – Cafeína, Ritalina, Teacrina, etc

Como estudar mais?

Como estudar mais – turbine sua preparação para concurso público!

     Oi, pessoal! Hoje não tratarei aqui sobre nosso direito tributário e legislação tributária, como usualmente faço! Escrevo esse artigo (e com ele produzirei uma série de outros temas sobre como estudar mais) para desmistificar algumas coisas a respeito da cafeína, da ritalina e de outros estimulantes, principalmente a respeito de sua utilização na preparação para concurso público.

     Professor, como estudar mais, então? Inicialmente, o que eu quero te falar sobre o estudo para concurso público é que você deve conjugar QUALIDADE + VOLUME de estudo.

     Bravooooo, professor! como estudar mais Agora me conta algo de útil e me fale como estudar mais. Conto sim.

     Considero um tripé para obter uma boa preparação para concurso público (e recomendo praticá-los exatamente nesta ordem, ou seja, consiga primeiro o passo 1, depois o 2 e, por fim, o 3) os seguintes pilares, que influenciarão diretamente na qualidade e volume de estudo, determinando diretamente como estudar mais:

 

    1. Planejamento e Gerenciamento do Tempo (a ser tratado em artigo futuro)

    2. Hábitos Saudáveis (principalmente sono, a ser tratado em artigo futuro)

    3. Utilização de Estimulantes (assunto principal deste artigo).

 

     Comento, a seguir, um pouco sobre cada um desses pilares para, no último deles, expor os estimulantes que conheço e contar a experiência daqueles que já utilizei no tempo em que me preparava. Ao final, faço uma pequena consideração sobre como estudar mais. Se quiser pular e ir diretamente pros estimulantes (cafeína, ritalina e cia, clique aqui).

 

1. Planejamento e Gerenciamento do Tempo

     O uso racional do tempo é essencial para qualquer profissional hoje em dia – empresários, empregados, autônomos, todos precisam se organizar. Um exemplo que relataram no curso de Professional & Personal Coaching que fiz foi de uma executiva super competente que não conseguia tempo para finalizar seu trabalho do MBA. A solução foi bem simples: o tempo que ela gastava fumando e em redes sociais foi contabilizado como 40 mins por dia…isso dá, no ano, 243 horas…ela precisava bem menos que isso pro seu projeto e, diminuindo os cigarros (que já não são uma boa pedida) e o tempo no instagram, ela fez um mega projeto que foi super bem aceito.

     Assim, não gaste tempo, não fique protelando e procrastinando as metas de estudo. Procure fazê-las no início do dia para o caso de algum imprevisto. Se não conseguir fazer tudo o que planejaou, não fique com peso na consciência, tente fazer aquilo que der! Por fim, não fique nem um diazinho sem estudar… se você teve um dia do cão, com as piores coisas acontecendo, respire fundo, medite, tome uma coca-cola, e dê o seu melhor para estudar pelo menos uma horazinha – não fique dias e dias sem estudar nada. Se tiver 30 minutos, use-os.

     Sobre o planejamento, vou fazer uma correlação do que o concurseiro tem que fazer (depois esmiuçarei os detalhes em artigo específico) comparando com o orçamento no Brasil. Em nosso país existe o Plano Plurianual (PPA), que é o planejamento estratégico do governo (médio e longo prazo)… a LDO, que seria um nível médio, integrando o PPA com a LOA (Lei Orçamentária Anual), que é o planejamento operacional, de curto prazo, que contém os programas que devem ser executados – programa bolsa família, programa mais médicos, pro uni…etc. Pessoal, uma explicação bem rudimentar, ok?!

     Já o concurseiro deve ter o planejamento estratégico, que definiu, por exemplo, a área ou concurso desejado e as matérias em que ele deve focar/priorizar: DT, DC, DA, DPC, Civil, Ambiental, Contabilidade…já o planejamento médio é composto pelos ciclos de estudo de 15 dias ou mais (por exemplo, no ciclo 1 elegemos uma matéria foco, com mais volume de estudo, no ciclo 2 outra matéria, no ciclo 3 a meta é encerrar um livro “x” …)  ou de uma semana que se repete. O seu planejamento operacional, por fim, trata da meta semanal e, principalmente, diária.
E esse blablabla todo de planejamento? Simples… se em cada dia não conseguimos cumprir as metas, certamente não conseguiremos cumprir/executar o planejamento operacional e, menos ainda, o estratégico, de focar e ficar bom para um concurso de uma área específica.

     Como estudar mais? Em suma, você tem que DETERMINAR o que vai estudar, por escrito, e isso será sua lei, que deve ser cumprida diariamente!

 

2. Hábitos Saudáveis (principalmente sono)

     A preparação para concurso público e a sentença “como estudar mais” envolve sacrifícios. Dores no corpo, de cabeça, sacrifício de tempo de lazer com família e amigos. Tudo compensa no final.

     Para amenizar os males que a alta carga de estudo traz, você deve adotar hábitos saudáveis desde o início – regule bem seu tempo, faça pequenos intervalos com alongamento entre cada período de estudo, mantenha uma rotina de exercícios físicos moderados pelo menos 2 ou 3x por semana – caminhada, rpg, acadamia, pilates, futebol, peteca, o que for.

      Junto com os exercícios físicos, coloco a alimentação (sim, os chocolates são permitidos, apenas não exagere) saudável semanal, com aquele diazinho do lixo, em que você pode comer tudo o que quer como um importante aspecto. 

     Por fim, o que eu acho mais importante é a qualidade e o tempo de sono. Procure estudar com o sono em dia – ou seja, se necessário, DURMA antes de estudar. Procure dormir bem durante todos os dias – quarto escuro, silêncio, etc, sem tomar café, suco de uva, coca-cola, essas coisinhas a noite. Tenha um local de estudo organizado, bem iluminado (luz branca!).

     Ora, quando eu estudava para concurso, eu chegava EXAUSTO em casa após uma rotina de trabalho de 8 a 10h no quartel (eu sou ex militar, trabalhei alguns anos como oficial do Exército Brasileiro). Buenas, o que eu fazia? Descansava um pouco (no meu caso, entre 40mins a 1,5h, mas pela experiência com meus alunos, a maioria faz um descanso de 30 mins que faz toda a diferença nos estudos). Esse descanso necessário é indispensável para um melhor rendimento na sua meta.

     Se necessário, procure um médico para regularizar seu sono – pois ele em dia permitirá um melhor aprendizado e otimização dos seus estudos. Farei um artigo aqui no site para aqueles que sofrem da famigerada insônia!

 

3. A Utilização de Estimulantes na Preparação para Concurso Público

     Chegamos ao core deste artigo para pegar dicas de como estudar mais. Em primeiro lugar, é indispensável que você entenda que não estou sugerindo que tome qualquer substâncias (na psicologia, fala-se em drogas de desempenho) dessas listadas a seguir, pois:

i) não sou médico e não estudei para isso; o uso de medicamentos requer prescrição médica;

ii) não conheço o seu caso, seu estado de saúde, sua rotina e suas peculiaridades;

     O objetivo aqui é trazer informação e relatar aquilo que eu já utilizei, para que você entenda como estudar mais. Após ler e caso tenha gostado, procure um médico e fale para ele a verdade – que está se preparando para concurso e que gostaria de experimentar determinado produto ou substância (endocrinologista e psiquiatras são uma boa pedida, bem como nutrólogos).

     Vamos tratar das seguintes substâncias (pode clicar diretamente na que quiser):

 

Cafeína

Café - Como estudar mais?

     Ah, um bom café, fumegante e com muito açúcar. Assim que é o meu. Minha namorada toma puro (eca). O café é o meio mais comum de ingerir a cafeína. Se você quiser ler um artigo apenas sobre ele, acesse aqui (link fora do site).

     A cafeína melhora o cansaço físico, diminui a fadiga mental, tem efeito termogênico (acelera o metabolismo) – essa é a parte boa. A ruim é que ela pode causar gastrite Como estudar mais sem gastrite . Então, modere seu uso!

     Em relação ao consumo, saiba que você pode consumir diretamente em cápsulas, não precisa se matar tomando café (a cafeína também está presente em chocolates, no chimarrão, no chá verde, etc). A sugestão de consumo médio é de 4mg por kilo. Se você pesa 70, seu “máximo” seria 280mg por dia, para não ter efeitos colaterais.O google já calcula para você a quantidade de cafeína no café, viu?

Um café de 100 ml tem em torno de 40mg.

Um café expresso pequeno tem em torno de 200mg.

Você pode comprar diretamente na farmácia de manipulação, testando a quantidade que lhe faz bem!

Eu eventualmente ainda utilizo para ir à academia ou quando vou escrever uma aula, por exemplo (uso 50mg de cafeína com 50mg de teacrina, isso cabe em uma capsula pequena). Não costuma tomar mais que uma dessa por dia, pois também tomo café.

A cafeína vai te dar um cansaço posterior acima do normal, após algumas horas.

Para quem está economizando calorias, utilize o açúcar mascavo ou de coco.

 

Ritalina, Ritalina LA e Venvanse

Uso da Ritalina entre vestibulandos

     O maior mito que existe entre os concurseiros é o uso da ritalina. Aquele seu amigo médico já usou quando ele fazia residência…hehehe. Para utilizar um medicamento como este, saiba que ele é tarja preta e requer prescrição médica, possuindo efeitos colaterais (taquicardia, ansiedade, irritação, entre outros, isso depende da pessoa).

     O seu uso tem aplicação nos seguintes casos:

  • déficit de atenção
  • hiperatividade
  • narcolepsia (sonolência diurna)

     A ritalina contém cloridrato de metilfenidato (cada comprimido tem 10mg). Veja a descrição da wikipedia sobre o metilfenidato aqui. sobre Antes de pensar em tomar, leia a bula completa aqui.

     Grossíssimo modo, pode-se afirmar que o metilfenidato é um estimulante do sistemo nervoso central e tem uma estrutura química parecida com as anfetaminas (sim sim, aqueles aneizinhos e ligações de carbono que a gente estudava na escola, met et prop but, lembra?) . A Ritalina vai melhorar a ação dos neurotransmissores de um modo geral, por isso ela te auxiliará no como estudar mais.

     Pessoal, bem a grosso modo, funciona mais ou menos assim: após a ingestão, a ritalina leva em torno de 30 minutos para ter ação, atingindo seu ápice com 2h e seus efeitos terminam após aproximadamente 5h da ingestão. O que seriam esses efeitos? Para mim, quando estudei para o ICMS-PR, era como se fosse o efeito de um super café: eu tinha mais disposição, mais motivação e me sentia bem para enfrentar as 4,5h de meta diária que tinha e 6h no final de semana (sábado 6h, domingo 6h). Quando eu tomava, conseguia fazer intervalos menores de estudo entre um período e outro e o cansaço demorava a vir. Com isso tudo, logicamente meu desempenho nos exercícios e na prova subiu (fui nomeado).

     A parte ruim foi que tive taquicardias (quando parei, após uns 45 dias de uso diário de meia, é, eu tomava meia, ou seja, aproximadamente 5mg, e já funcionava). Teve um dia que fui pro hospital, com medo Como estudar mais sem ir para o hospital, mas não era nada. Outro problema foi a insônia: eu demorava para dormir e também acordava durante a noite, meio assustado – não sempre, mas algumas vezes. Creio que era por conta da Rita, pois antes eu dormia feito pedra.

     Algumas pessoas já me relataram que utilizaram e não tiveram efeitos colaterais; outras já me relataram que não tiveram resultados (ou seja, nada mudou com o uso).

     Uma amiga próxima (já servidora efetiva, mas que ainda está em busca da batida perfeita (estuda para outro cargo)), após consulta ao neurologista, experimentou e relatou aumento no desempenho dos estudos – porém, isso veio com uma espécie de tristeza, que chegou depois de umas duas semanas. Assim, ela abandonou logo a tentativa, pois, para ela, o custo benefício não compensava.

    O que eu fiz foi testar quando saiu o edital do concurso que eu queria fazer. Assim, tive bastante tempo para o caso de dar algo errado e eu perder dias de estudo, por exemplo. Consegui me habituar ao seu uso e considero bastante satisfatório.

Você não deve tomar após 18h (bula!).

Procure um médico e seja franco com ele.

Se você tem sono durante os estudos, isso é normal, mas ela pode te ajudar.

Se for utilizar, após consulta médica, converse com ele e vê se pode começar tomando metade – talvez essa dose já sirva para você.

Não tome se você já consegue manter uma boa rotina nos estudos. Não faça o que não é necessário.

     Tá, e a Ritalina, o Concerta e o Venvance?

    A diferença prática desses medicamentos seria o tempo de efeito. A Ritalina com 3 a 5 horas, a Ritalina LA (que tem um efeito de liberação gradual no organismo) de 6 a 8 horas, o Concerta de 10 a 12 e o Venvanse de 10 a 12. O Venvanse é feito de Lisdexanfetamina, enquanto a Rita e os demais são metilfenidato. Não posso te falar do efeito prático que tive com os outros pois não os utilizei.

 

Guaraná em Pó, Chá Verde e Teacrina

     Sobre o chá verde, dá uma olhadinha no vídeo abaixo, é beeem legal:

 

     Sobre o Chá Verde, saiba que ele tem cafeína e possui, basicamente, todos os benefícios dela que já relatei aqui antes. Ele também é diurético e digestivo! Saiba que você pode fazer o chá fervendo as folhas na água ou, simplesmente, manipular em pílulas na farmácia – e isso vai ajudar bastante os concurseiros!

     Basta você comprar pronto ou pedir na sua farmácia e tomar uma cápsula após cada refeição – simples assim. Os benefícios são os mesmos do chá líquido – com a diferença que você não precisa tomar aquele chá ruim pra dedéu.

Como estudar mais com chá verde

     O guaraná em pó é outra substância muito comum – em Cuiabá (aqui falam guaraná ralado) o pessoal ama. Contém cafeína (mais que nos grãos de café), sendo parecido com ela nos efeitos benéficos estimulantes do sistema nervoso central. Trata-se de uma planta, muito comum na nossa Amazônia, também conhecida como paullinia cupana. Pode ser tomado com água, em capsulas, com leite, etc. Não se recomenda mais de 100mg por dia.

     A teacrina tem uma estrutura química muito similar à cafeína:

Como estudar mais com teacrina

     A teacrina é encontra no café e em frutas exóticas. Aqui tem um artigo completo dela. Não se tem muitas pesquisas comprovadas sobre ela, mas “o dito popular” é que ela seria uma cafeína melhorada, com menos efeitos colaterais ruins. Eu a utilizdo com 50mg eventualmente, quando vou fazer uma aula, misturando com mais 50mg de cafeína. Fica top .

 

Triptofano (5 O HTP)

     Pessoal, o 5-HTP é o 5-hidroxitriptofano, um aminoácido essencial (aquele que não é produzido pelo nosso corpo). Ele funciona como um precursor da serotonina e melatonina (ou seja, se tomarmos o 5-htp, possivelmente teremos aumento de serotonina e melatonina). O 5-HTP pode ter como efeitos como a melhora nos níveis de neurotransmissores, redução da ansiedade, mais  ânimo e disposição, menos fome ou vontade de comer, melhorar o sono, etc. Ele é vendido em cápsulas de 100mg e pode ser tomado duas vezes ao dia, com as refeições, por exemplo.

     Não espere mágica aqui, pois é necessário um certo tempo para que os benefícios dele apareçam.

 

Chocolate, Coca-Cola e Doces em Geral

     Pessoal, aqui nada científico, mas puro empirismo. Procura comer uma sobremesa (como um doce de coco, um chocolate daqueles tipo charge ou snickers, um brigadeiro, etc) e você sentirá uma saciedade que lhe dará uma certa energia nos estudos. Não dura muito, é verdade. Eu por exemplo, sei que se eu estiver cansado (após algumas horas de trabalho, por exemplo) e comer um snickers eu consigo render bem por uns 20 minutos, 30 talvez.

     Experimente guardar, portanto, sua sobremesa para o último período de estudo, aquele em que você já está só na capa do batman…coca-cola, por exemplo, faz mal para a saúde, mas ninguém morre se tomar um copo dela no último período da meta do dia (não precisa ser todo dia!).

     No iron man, uma das competições mais difícil do mundo, alguns participantes levam coca-cola e vão tomando durante a prova, alguns goles a cada hora. Loucura, né?

 

ZMA (Vitamina B, Zinco e Magnésio)

     Pessoal, o ZMA não é um estimulante propriamente dito. ZMA contém zinco, vitamina B e magnésio. Seus efeitos: melhora o sistema imunológico, a qualidade do sono (vitamina B que faz isso),  aumenta níveis de testosterona e regula os hormônios da tireóide.

     Na prática, isso te trará mais disposição no dia a dia para enfrentar a rotina de mãe-concurseira-trabalhadora ou concurseiro-bate-escanteio-e-cabeceia… você que faz tudo e ainda precisa estudar. Se você não trabalha, ela também trará benefícios.

     É interessante fazer uma consulta com o endocrino ou nutrólogo antes, para ver se você está com déficit nessas vitaminas. O ZMA é tomado a noite, logo antes de dormir – ele dá um sono surreal, por conta da vitamina B.

 

Vitamina D

    Diversos estudos (você pode ver aqui) demonstram a falta de Vitamina D na população brasileira. A falta de vitamina D pode, inclusive, levar a depressão. Veja um vídeo muito interessante do Dr. Lair Ribeiro:

 

     E como eu melhoro minha Vita D, professor? Tomando sol. 10 minutos de sol, das 8-11 da manhã. Simples né. Mas concurseiro não toma sol não! Daí a solução é simples: compre na farmácia. A dose vai depender do nível do seu exame de sangue – veja com seu nutrólogo ou endocrino.

     Um artigo interessante e completo sobre a Vitamina D está disponível aqui neste site (clique aqui).

 

Ansiolíticos Combate à Ansiedade (futuro artigo aqui, acompanhe)

     A ansiedade é o mal do século, né? Quantas vezes você entre no site do cespe para ver um resultado (e os *$#@ sempre atrasam). Tratarei em artigo específico sobre a ansiedade e sono e os diversos medicamentos utilizados para o tratamento – Zolpidem (pats, stilnox), Rivotril, Lexotan, Xanax, Valium, Sertralina, por aí vai. Esse artigo vai ser show e como é algo bem sensível estou consultando algumas fontes antes de liberá-lo (psicólogos e médicos).

 

Vitaminas em Geral (Centrum, Daily Formula, Gerovital, etc)

     Um polivitamínico sempre cai bem – deve ser tomado com as refeições, no almoço, por exemplo, para não dar enjoo. Isso te ajudará a ter uma melhor imunidade, melhor qualidade no sono e, consequentemente, melhora nas atividades diárias, como o estudo.

 

Nootropicos (Brainaline, Neurooptimizer, entre outros)

     Chamamos de nootropicos os compostos utilizados para melhorar o desempenho cognitivo. Muitos são vitaminas e extratos de plantas que são misturadas para tentar obter um efeito benéfico.

     Alguns não são vendidos no Brasil (ahh…anvisa…muitos interesses em jogo!) mas você pode comprar quando em viagem aos EUA ou outro país.

     Já utilizei o Neurotimizer (eles são meio parecidos na composição, em geral) e considero que foi um bom resultado – mantém a concentração e não apresenta efeitos colaterais. Claro que o efeito dele é mais fraco se comparado a uma ritalina, por exemplo.

 

4. Considerações Finais

      Ufa. O artigo ficou longo, maior do que pensei. Porém, tentei ser sucinto e trazer fontes para você pegar a informação e filtrar como quiser, vendo se isso te ajuda em “como estudar mais“!

     Não se esqueça que para chegar ao passo 3, de utilizar substâncias para estimular seus estudos, você deve passar pelo passo n.º 1, de Planejar seu suas metas, e 2, de ter hábitos saudáveis, alimentação, sono regulado, exercícios físicos e um local de estudo.

     Pular etapas certamente vai trazer cobranças futuras ao seu corpo. Por isso, é essencial você seguir os passos e, ao utilizar algum medicamento, seguir as orientações do seu médico, abrindo o jogo que você não está doente e pretende, na verdade, fazer uma experiência para potencializar seus estudos e testar como estudar mais.

 

Não deixe de conferir nossos cursos de legislação tributária e de direito tributário: